DICAS DE ETIQUETA EM CONDOMÍNIOS!

Uma estimativa do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi) indica que, só no Estado de São Paulo, há aproximadamente 60 mil condomínios. Se o número já é impressionante por si só, imagine a quantidade de pessoas que vivem – e convivem – nesses condomínios. E é justamente nessa convivência que podem surgir alguns atritos. “Para viver em condomínio, você tem que abrir mão de algumas coisas”, afirma Hubert Gebara, diretor de administradora . De acordo com ele, todos os condomínios têm, além da convenção, o regulamento interno, que indica, por exemplo, como as áreas comuns devem ser usadas. Porém, muitos condôminos desconhecem ou simplesmente ignoram essas regras.

Por isso, saber fazer uso da máxima “o meu direito começa onde termina o seu” nunca foi tão necessário para quem precisa aprender a conviver com vizinhos. Para piorar, segundo o gerente de condomínios Luiz Eduardo Toledo de Carvalho, a qualidade das construções diminuiu, o que fez com que o barulho se tornasse um dos campeões na lista de reclamações. Dicas e orientações sobre como agir educadamente em diversas situações no condomínio:

DENTRO DE CASA

• Evite andar de salto alto dentro de casa, a não ser que ela seja toda acarpetada. Só assim o som será abafado no andar de baixo.

• Quando o animal de estimação do seu vizinho estiver fazendo muito barulho, primeiramente, converse com o dono. Muitas vezes, o proprietário do cão ou gato passa o dia inteiro fora de casa e nem sabe que o animalzinho está causando transtorno.

•  Quando fizer festa em casa, não é necessário convidar os vizinhos, mas é preciso respeitar o horário de silêncio, que começa às 22h.

•  Evite falar ou brigar em volume alto. Os vizinhos não precisam saber os detalhes da sua vida íntima.

• Caso o seu vizinho esteja brigando e se excedendo em casa, interfone para a portaria e peça para que o síndico ou zelador converse com ele.

• Na hora de empurrar móveis e fazer outros barulhos que podem incomodar o vizinho de baixo ou de cima, tenha bom senso: faça isso em horários razoáveis para evitar acordar o seu vizinho, por exemplo.

ASSEMBLEIAS

• Procure sempre participar das assembleias e conhecer a pauta antecipadamente. É lá que os assuntos de interesse de todos são discutidos e votados.
• Quem não comparece fica sem condição de discutir depois.
• Ainda em assembleias, saiba ser “voto vencido”, e não altere nunca o tom de voz.

BARULHO

• Conheça as normas do condomínio e use sempre o bom senso. Não é porque você está no horário permitido que pode fazer o barulho que quiser.
• Nos dias de festa – desde que não ocorram sempre – convide os vizinhos para a confraternização, ou mande um cartão simpático se desculpando antecipadamente pelo incômodo.

CACHORROS

• Seu animal não deve perturbar o sossego e o descanso dos outros moradores.
• Caso seu pet faça sujeira na área comum, limpe-a no mesmo momento.
• Use o bom senso. Antes de registrar queixa, verifique se outros condôminos também se sentem incomodados pelos latidos do cachorro do vizinho.

CRIANÇAS

• Os pais são responsáveis por seus filhos e devem estabelecer limites a eles.
• Não permita que seus filhos gritem ou corram em áreas que não destinadas para brincadeiras.
• Crianças pequenas precisam estar acompanhadas por adultos.
• Respeite os limites de horários e locais destinados aos pequenos.
• Verifique o que diz o regulamento interno do condomínio.

CONVIVÊNCIA

• Conheça e respeite as regras que regem o seu condomínio. Por mais que você não
concorde com algumas, terá que obedecê-las, pois foram aprovadas pela maioria.
• Jamais chame a empregada ou babá do vizinho para trabalhar na sua casa.
• Evite entrar em quaisquer tipos de fofocas ou boatos relacionados aos seus vizinhos.
• Lembre-se, a conversa amigável será sempre a melhor saída para resolução de conflitos.

FUNCIONÁRIOS

• Trate-os sempre com cordialidade.
• Se quiser fazer alguma reclamação, direcione-a ao zelador ou ao síndico.
• O funcionário do condomínio não é seu empregado. Evite pedir que execute serviços particulares.

GARAGEM

• Não buzine, use luzes baixas e respeite a sua vaga.
• Não use sua vaga como depósito.
• Deu uma raladinha no carro ao lado? Deixe um bilhete se identificando, pedindo desculpas, e permita que o vizinho escolha a melhor maneira de reparar o automóvel.
• Quando dois carros se encontram, a preferência é sempre de quem está chegando.

LIXO

• Cuide para que seu lixo esteja sempre DEVIDAMENTE ensacado e sem exalar cheiro forte. Não deixe o lixo no Hall de seu andar , para pegar mais tarde.
• Não jogue papéis, bitucas de cigarro ou quaisquer outros tipos de lixos pela janela do apartamento.

OBRAS

• Respeite os horários estabelecidos na convenção e regulamento interno

• Comunique o síndico e seu vizinho antes de iniciar as obras.